quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Terra e Éter em tirinha

Ultimamente eu tenho falado muito em éter, é que eu tenho vivido mais no mundo onírico que no real. Tenho que parar com essa vida de escapista. 
Inspirada nas tirinhas e sketchs lindos e poéticos da não tão menos linda Chiara Bautista, resolvi a loucura de tentar transformar alguns textos meus em tirinhas, ou apenas casar desenho e texto como a Chiara faz, é um meio de unir as minhas duas paixões. Pensando nisso fiz a minha primeira tirinha, a ideia era só deixar no sketch mesmo para ser coisa rápida, no máximo dar alguns retoques no photoshop, mas eu sou do tipo que não sei dosar onde eu piso, as vezes raso demais, outra fundo demais, acabou que demorei mais tempo preparando do que deveria e ainda assim não deixei  nada bem acabado de qualquer forma. Foi-se a simplicidade e suavidade, mas ficou o quadrinho.

Inicialmente ele era assim:

Tortinho :/

Não menos torto depois: 


É a mesma história do texto anterior, Terra e Éter. Eu não sei por que eu escolhi essa história para começar a ilustrar, particularmente não gosto dela e sei que tenho textos melhores e menos piegas, acho que foi por causa das rimas e eu queria levar essa linguagem poética para a tirinha. É um texto que eu comecei como uma página de diário, só que logo cismei e comecei a inventar, como um amigo uma vez me ensinou a fazer, acho que a profundidade do que eu sentia acabou me levando a outro lugar bem distante de mim e escrevi essa nuança de um romance entre uma entidade celeste superior e sua pupila, A ideia de amores impossíveis sempre me será sedutora. 




Nenhum comentário:

Meus selinhos ^^

Meus selinhos ^^
Meus selinhos ^^