terça-feira, 24 de agosto de 2010

Vida de boneca quebrada

A colocaram na vitrine, assim ninguém percebia que estava quebrada. Veio com defeito de fábrica. Uma perna solta. Mas na vitrine ninguém percebia, e ainda servia para atrair compradores. Dali ela via o mundo, os passantes apressados, os olhares compridos dos pequeninos. Às vezes sorria, quase sempre resolvia. Eles entravam. “Eu quero aquele” e apontava o dedo diminuto em sua direção. O contentamento fazia bater seu coração de plástico. “Aquela não serve, veio com defeito” “Ah!” Mas não fazia diferença. Sempre escolhia outra e o contentamento era o mesmo. Se tivesse glândulas lacrimais a boneca choraria. Polimérico sintético era um material frio, e ainda por cima durava muito poluindo o mundo. Não sabia para quê durar tanto se ainda tinha vindo com defeito. E de fato, estava ali desde muito tempo. Acabava vendo todos irem embora um dia. Mas não dava para sentir saudade. Os passantes passavam apressados. Aprendeu que tudo passava. Menos ela.
E até o belo astronauta passou. Era feito daquele mesmo material que ela, porém lhe parecia que tinha sido de poeira das estrelas. Tinha aquele olhar sonhador de quem tinha contemplado o céu de perto. Era mesmo um lunático, ela sabia. Nunca havia saído antes da fábrica de bonecos. Para ele nunca importou aquela perna quebrada. Quando a viu lhe lançou aquele mesmo olhar sonhador, e lhe chamou de princesas das galáxias. Fazia de tudo para arrancar-lhe risadas. Saía de sua caixa à noite para ir visitá-la. Cantava trovas de amor. Da princesa, o astronauta tornou-se menestrel. Mas também aquela felicidade durou pouco, logo encontrou comprador. E o inevitável aconteceu. Desde então o coração de plástico também tomou defeito. Mas ela sabia que tinha sido bem feito, desde o principio fora impossível aquele amor, não deveria era ter se permitido se iludir. Romance de loja de brinquedos não pode se consumar. Mesmo que o destino os unisse no mesmo lar, os seus sacos de brinquedos não seriam os mesmos. E um amor alimentado por encontros furtivos era a coisa mais sofrida e perigosa de se concretizar. Ainda por cima era quebrada, não havia nenhuma chance de alguém lhe comprar. O sofrimento foi merecido. Aprendeu que era perigoso se enganar. Se vida de brinquedo não é fácil, imagina de boneca quebrada.
Mais um dia, com efeito. O dono olha o rendimento satisfeito. Sorri para sua boneca quebrada. Tão bonita, mas com defeito. Ao menos para alguma coisa servia. Apaga as luzes e fecha as portas. Escuro, solidão e silêncio. Até outro dia que será daquele mesmo jeito. Enquanto que uma redoma de vidro a separa do mundo. Mas fazer o quê? Ninguém quer uma boneca que veio com defeito.

sábado, 7 de agosto de 2010

Beijos e Sangue



Beijos e sangue é mais uma das iniciativas da escritora Jossi Borges  juntamente com Rebis Kramrisch em reunir autores brasileiros que compartilham uma paixão em comum; a literatura fantástica. Mais uma vez o trabalho obtém resultados primorosos com a reunião de contos envolventes, onde o sobrenatural se mescla com um tom especial de romantismo, uma combinação que faz o nosso coração bater mais forte a cada folhear de página seguinte. Uma reunião onde o talento e a criatividade estão presentes dando uma coloração nova aos mitos, abrindo as fronteiras do imaginário, empregando consistência aos sonhos, tornando-se sem dúvida uma produção capaz de levar a magia em sua melhor face ao cotidiano do leitor. Para aqueles que acha que não estou falando a verdade, lá vai um resumo de cada conto:


BERONIQUE

O Adeus: Em um mundo intermediario as beiras do inferno, povoado por infernais e arcanjos caidos, uma jovem morta prematuramente não consegue esquecer o desejo de voltar à vida, até que por amor um arcanjo caído resolve ajudá-la.

Encontro inusitado: Uma jovem estudante de intercambio leva para casa um misterioso objeto que acabara encontrando por acaso, quando o dono desse objeto resolve resgatá-lo ela acaba vivendo uma situação arrebatadora.



CADU LIMA SANTOS

Jocasta a dama da noite: Um rapaz boêmio tem um encontro com uma dama fantasma que mudará sua conduta para com a mulher que ama.

CELLY MONTEIRO

Comandante John: O amor impossível entre uma sereia e um homem do mar resulta em um último e desesperado ato de renuncia.

Lampejo: O esforço de um vampiro para agradar sua protegida humana e assim devolver a paz ao próprio coração.

GEORGETTE SILEN

O selo vermelho: A armadilha de um vampiro contra sua antiga amante e seu rival.

O Sétimo: Uma jovem toma uma decisão derradeira diante da maldição que assola seu noivo e a impede de ser feliz.

JOSSI BORGES

Luar Florentino: Um homem da Florência ganha o coração da filha, quando se sente arrendado pelo charme sedutor da mãe e acaba se colocando inadvertidamente entre mãe e filha sem poder imaginar o que o instinto maternal de uma mulher tão misteriosa pode fazer.

Segredos Noturnos: Um vampiro se vê fascinado por uma criatura que compartilha o amor pela noite assim como ele.

M. BLANNCO

Travessia: Enquanto que é perseguida por uma hoste cruel e seu corpo consumido pela peste uma mulher se esforça para preservar de profanadores valiosos conhecimentos entregues a seu povo por uma raça superior, o auxilio lhe vem como um alento ao mesmo tempo em que marca um encontro que resultará em dor e uma longa espera por um reencontro.

PRISCILA MENDES DE ALCÂNTARA

Escuridão: Uma adolescente filha de uma ninfa faz descobertas sobre sua natureza e paternidade ao tempo que tem o destino selado definitivamente quando é reclamada por um demônio.

REBIS KRAMRISCH

O Teatro Mágico: Em um mundo de feitiços e conflitos uma jovem maga utiliza de sua mente analítica e de vantagens afetivas para devolver a paz ao coração de um homem atormentado pelo peso dos próprios atos.

T. G. LIRA

Ar de Evasão: Um encantamento mal-sucedido acaba aprisionando uma jovem em um ciclo de teletransportes involuntários enquanto sua vida se torna uma zona a sua única companhia e um fantasma preso a terra por assuntos mal resolvidos.

YANE FARIA

Entre a cruz e a espada: Em um planeta distante com um céu adornado por sessenta luas uma jovem conta com a ajuda de seu prometido e companheiro de aventuras para se libertar de leis sociais opressoras e um dom divino que se apresenta a ela como uma maldição.

Sem restos de duvidas uma antologia de causar tremor e suspiros...

R$ 32,68

Tema: Literatura Nacional,

Número de páginas: 134

Peso: 224 gramas

Edição: 1(2010)

Disponível no site:






Meus selinhos ^^

Meus selinhos ^^
Meus selinhos ^^