quinta-feira, 11 de março de 2010

Pausa para a vida real - Parte II


N. A.



Quando meus contos já estavam formando filas, bonitinhos, esperando ansiosos para sair da gaveta fria e empoeirada e tomar um lugar decente em sua nova morada, eis que surge algo para atrapalhar... Aí se pudéssemos viver sem pão, só de ilusão! Mas as obrigações existem e há muito vem batendo na porta, gritando no ouvido sem qualquer atenção. É chegada a hora de encarar tudo de frente... É isso aí, devo fingir que sou decente me afogando em leituras enfadonhas pra terminar meu TCC...


Pois é, quando eu achava que já estava finalmente livre, olha lá mais obrigações acadêmicas.

As responsabilidades me arrebatam de volta para o mundo frio, monocromático e entediante de pessoas de carne e osso e realidades assustadoras que incluem bancas examinadoras. rs

As novas postagens demorarão um pouco, mas peço que os visitantes fiquem a vontade para xeretar o que quiserem. Leiam, deixem recados, se for possível, porque estarei sempre por aqui para responder. E quem sabe, em breve, eu esteja de volta definitivamente.

Um comentário:

Beronique disse...

Celly, acho que ja te disse que me identifico muito com ti, desde que li seu perfil, até suas postagens, é como se estivesse falando de mim mesma. Obrigada pelo comentario na minha ultima postagem sobre as mudanças, quando vim responder me espantei em ler esta sua ultima publicação, e não é que me referia a coisa parecida enquanto escrevia a minha (escrevi aquilo ha algum tempo, mas só vim a publicar agora). Sei bem como é ter que parar com as nossas ilusões para encarrar o frio e cruel mundo real, dos estudos, do trabalho...do bendito TCC!! rsrs, mergulhar em leituras que a muito ja perderam a graça do interesse inicial, ter que pensar em normas, regras e banca examinadora. Passei por isso há um mês e meio e não foi fácil, mas a recompensa de poder afouxar o colarinho e pensar novamente no que realmente te faz bem, mesmo que seja um prazer só seu, ahh, essa não tem preço. E quando eu falei do fim do ciclo falava sobre esse marco que marca o desfecho de algo, mesmo que não venha cheio de sucesso ou fartura, mesmo que venha cheio de reflexão... como minha colação de grau na faculdade nessa semana que passou e o ciclo estudantil que se fechou, de arbertura social e individual, do aprendizado, daquele convivio...que parece nos proteger de alguma forma, que parece nos fazer fortes. E quando termina vem aquela sensação nostalgica...boa, mas tb um pouco triste, um pouco assustadora...de final...e novo começo. Um começo sem tantas bengalas com que possamos nos apoiar, com mais responsabilidades...e aquela incognita chamada futuro pela frente. Não é facil fechar um ciclo, alguns acontecem naturalmente, alguns precisam de uma decisão firme nossa (firme e dificil...), alguns machucam, alguns deixam coisas muito boas, alguns deixam morais, mas todos nos deixam aprendizado. Enfimmm...(nossa, isso é um comentario ou um post? rsrs, desculpe ocupar demais teu espaço :D)te desejo sorte no seu TCC e em tudo o que vier adiante disso, é uma jornada que te leva ao fim de um caminho, que vai te emocionar quando vc perceber que realmente acabou, apesar de parecer que você não estava se importando tanto, que soltará sua mão para que siga por uma estrada maior, com mais desafios, agora que suas pernas são fortes o suficiente para encarrar o que há por vir.
Abraços querida, volte sempre!

Verônica

Meus selinhos ^^

Meus selinhos ^^
Meus selinhos ^^